Guias

domingo, 14 de novembro de 2010

Segurança do ciclista em foco

Notícias vindas de Londres demonstram, no mínimo, uma preocupação por parte das autoridades locais com a segurança dos ciclistas. O que ocorre, porém, é uma desconfiança por parte dos usuários em torno da distribuição de um kit de faixas e adesivos refletores pelos policiais britânicos àqueles que circulam em suas bicicletas por ruas escuras. Os comentários demonstram que durante a campanha por lá realizada o que existe é apenas uma promoção e marketing do policiamento local, o que não vem sendo muito bem aceita. De verdade, o que existe é uma preocupação de todos com a segurança do ciclista sempre vítima de motoristas imprudentes e hostis. A idéia não deixa de ser elogiável, mas o que se precisa repensar de modo mais inteligente é como amadurecer o conceito de mobilidade compartilhada na paz, na boa. Não se pode, de fato, admitir publicamente uma campanha em que se faz guarnecer o mais fraco com medidas paliativas e que não resolvem. Melhor mesmo seria que toda campanha de proteção ao ciclista, no Brasil e no mundo, fosse voltada para inibir os maus condutores de veículos que não respeitam as leis, nem ciclistas e nem pedestres. As bicicletas não representam perigo para o trânsito, o que representa grande risco é o automóvel por seu volume exagerado, peso desproporcional e capacidade de matar pessoas em médias ou grandes velocidades e, portanto, precisa ser o centro das preocupações da sociedade moderna. As vítimas do automóvel já superam a quantidade de mortos em todas as guerras e de muitas doenças conhecidas. Algo precisa ser feito, mas com foco e coragem na resolução desse problema.  

4 comentários:

Rinaldo disse...

Olá Djanilson,

Realmente o problema é mundial e você tem razão com relação ao fato de simplesmente tentar proteger o ciclista ser uma medida paliativa. A solução é a de sempre: acabar com a impunidade, talvez desta forma o motorista pense duas vezes antes de arriscar a vida dos que estão fora de seu veículo.

Bom pedal!

Claudio Rinaldo
http://cicloviadigital.blogspot.com/

DJANILSON disse...

Olá Rinaldo, fico muito grato por seu pensamento aqui no blog. A impunidade é, sem nenhuma dúvida, o maior ingrediente nesse caldeirão de desrespeito e acidentes no trânsito. Um grande abraço!

Rogério Leite disse...

Dj... em parte concordo com vc, mas tenho observado que muitos ciclistas se acham "iluminados"! Pedalam a noite em grandes avenidas, com roupas escuras, sem sinalização alguma nem neles nem na bicicleta. Temos de dar a mão a palmatória de que como veículos, somos parte interessada na nossa segurança, e cabe a cada ciclista fazer sua parte, pedalar direito e bem iluminado! Claro concordo que os carros precisam tb ter o respeito a qq unidade móvel mais frágil, pedestres e ciclistas prioritariamente. Mas o que eu mesmo vejo quando estou dirigindo, com cuidado e atenção a todo e qq ciclista, é uma tentativa quase coletiva de suicídio: os caras andam invisíveis no meio dos carros, esperando serem vistos! Aí não tem campanha que resolva, se cada um não se conscientizar de que é preciso fazer a sua parte, não resolve apenas educar o motorista. Precisa educar o ciclista tb!

DJANILSON disse...

Rogério, certamente que existem muitos usuários de bicicletas que se acham verdadeiros 'pirilampos' e nem utilizam acessórios auxiliares para uma melhor visibilidade.Claro que também acho isso um absurdo, o que não é legal em minha opinião é ver o tratamento às vítimas e poucas ações de controle sobre seus causadores!